sábado, 4 de febrero de 2012

Ministério distribuirá tablets a professores do ensino médio

Excelente notícia!

O Ministério da Educação proverá tablets para a educação pública.

As TIC estão em todos âmbitos da vida, os professores e a escola devem estar preparados para usá-las no processo ensino-aprendizagem.

"O Ministério da Educação vai investir cerca de R$ 150 milhões neste ano para a compra de 600 mil tablets para uso dos professores do ensino médio de escolas públicas federais, estaduais e municipais. De acordo com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, os equipamentos serão doados às escolas e entregues no segundo semestre.

O objetivo do projeto Educação Digital – Política para computadores interativos e tablets, anunciado pelo ministro Mercadante nesta quinta-feira, 2, é oferecer instrumentos e formação aos professores e gestores das escolas públicas para o uso intensivo das tecnologias de informação e comunicação (TICs) no processo de ensino e aprendizagem.

Para o ministro, o mundo evolui em direção a uma sociedade do conhecimento e a escola tem que acompanhar esse processo. “É muito importante que a gente construa uma estratégia sólida para que a escola possa formar, preparar essa nova geração para o uso de tecnologias da informação”, disse. Segundo o ministro, esse é um processo e o governo federal quer acelerar, sem atropelos. “É evidente que a tecnologia não é um objetivo em si, nada substitui a relação professor-aluno.”

A tecnologia, afirmou, vai ser tão mais eficiente quanto maiores forem os cuidados pedagógicos e quanto maior for o envolvimento dos professores no processo. “Estamos definindo que, na educação, a inclusão digital começa pelo professor.”

O projeto compreende o computador interativo - equipamento desenvolvido pelo MEC, que reúne projeção, computador, microfone, DVD, lousa e acesso à internet, e o tablet. Os computadores interativos já foram distribuídos para as escolas do ensino médio e no segundo semestre chegam os tablets. Esses tablets serão nos modelos de 7 ou 10 polegadas, bateria com duração de 6 horas, colorido, peso abaixo de 700 gramas, tela multitoque, câmera e microfone para trabalho multimídia, saída de vídeo, conteúdos pré-instalados, entre outras características.

Aos computadores serão integradas as lousas eletrônicas, compostas de caneta e receptor. Acopladas ao computador interativo (equipamento com computador e projetor, ofertado pelo MEC aos estados e municípios), permitirão ao professor trabalhar os conteúdos disponíveis em uma parede ou quadro rígido, sem a necessidade de manuseio do teclado ou do computador.

Além de enviar equipamentos, o MEC oferece cursos de formação aos professores. Segundo Mercadante, mais de 300 mil professores já fizeram o curso do ProInfo, e agora os 600 mil que lecionam no ensino médio terão à disposição um curso de 360 horas para trabalhar com as novas mídias. A qualificação será feita pela rede de formadores do ProInfo, que já trabalha com especialistas de universidades públicas.

Fundamental
- Pelo cronograma do projeto Educação Digital, assim que for concluída a entrega de tablets para as escolas do ensino médio, terá início a distribuição para os estabelecimentos do ensino fundamental que oferecem os anos finais e a seguir para os anos iniciais. Foram pré-requisitos para definir por onde começar a distribuição de tablets: ser escola urbana de ensino médio, ter internet banda larga, laboratório do Programa Nacional de Tecnologia Educacional (ProInfo) e rede sem fio (wi-fi).

Conforme o ministro da Educação, com a entrega de novas tecnologias da informação, professores e escolas públicas vão poder combinar esses instrumentos com as demais mídias. Ele citou o Portal do Professor, que é um dos espaços mais consultados pela categoria e que ainda pode e deve ser ampliado. Hoje, disse, estão disponíveis no portal 15 mil aulas criadas por educadores e aprovadas por um comitê editorial do MEC. Mercadante anunciou que vai lançar editais e constituir um comitê nacional para selecionar e recomendar as melhores aulas que estarão disponíveis para todos os professores".

Fonte: Ionice Lorenzoni

http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=17479

Meu comentário inicial é que se não houver formação adequada acontecerá mais uma vez uma sobre carga ao professor, que se encontrará com mais uma responsabilidade nas mãos sem saber gerenciar. Espero que a formação chegue junto, de forma que todos tenham confiança e capacitação suficiente para realmente integrar as TIC de forma tecnológica e pedagógica à educação.


Deixe seu comentário.

martes, 31 de enero de 2012

Espacios para buscar, publicar y compartir información.

En nuestras clases debemos proponer actividades con uso de las TIC, siempre con cuidado para que tengamos la tecnología y la pedagogía a la vez a fin de que resulten integradas las TIC y que se consiga el aprendizaje significativo.
La Profª Ana Basterra nos presenta espacios para buscar, publicar y compartir la producción de conocimiento de nuestros alumnos.

Que lo disfrutemos.


http://www.slideshare.net/AnaBasterra/espacios-para-buscar-publicar-y-compartir-informacin-slideshare-issuu-scribd-vimeo

miércoles, 4 de enero de 2012

Cómo elegir las TICs para las clases.


Cada día surgen nuevas herramientas tecnológicas, así que es difícil elegirlas de manera adecuada para las clases, aquí os dejo un enlace para que lo disfrutéis y que os facilite a la hora de preparar las clases.

Que lo aprovechéis.

http://www.scoop.it/t/ntics-en-educacion/p/927540013/como-seleccionar-recursos-educativos-digitales